Abrigar o Futuro


proj_abrigar peqTer uma casa não significa ter conforto. Viver numa casa degradada sem condições dignas é a realidade de muitos proprietários de habitações antigas, aos quais a vida trouxe dificuldades e a impossibilidade de fazer obras e concertos.
Muitos são idosos, muitos outros são crianças que vivem com os pais desempregados, mesmo ao lado na nossa rua, na nossa aldeia, no lugar mais próximo. São famílias identificadas, com problemas reais e sociais que merecem a nossa solidariedade.
Vamos “Abrigar o Futuro” da Lousã e Vilarinho, apoiando esta campanha de mecenato social com donativos, que podem ser enquadrados na contabilidade das empresas.

A Junta de Freguesia de Lousã e Vilarinho lançou a campanha de recolha de bens e materiais de construção para arranjo das habitações.

A campanha pretende colmatar as restrições orçamentais com que a junta se depara para este tipo de intervenção social prioritária, que está cada vez mais desprezada pelas transferências do Orçamento de Estado para as freguesias.
Solicitamos às pessoas que não pretendam ajudar com donativos monetários, que sejam solidárias e disponibilizem os seus recursos humanos para pintar, construir muros e fazer pequenas reparações em habitações de pessoas que por uma questão de saúde ou mobilidade, não podem fazê-las.

Aos particulares solicitamos voluntariado e donativos de materiais de construção que tenha sobrado de alguns arranjos nas suas próprias casas, tais como cimento, tijolos, telhas, areias, tintas, ferramentas, entre outros.

As empresas que colaborem na campanha terão a sua marca associada à campanha em todos os materiais de comunicação, se assim o pretenderem.